Idéia é coisa frágil.
O que pra você pode não valer nada
Para outros é a única coisa que realmente importa.
Tadinha dela.
Tão medrosa e acanhada que é,
Nasce toda pequena, curvadinha
E só ganha corpo se alguém acreditar, elogiar, inflar.
E, mesmo crescidinha,
a danada pode cair mortinha no chão.
Basta alguém virar pra ela e dizer:
Não.