Se não demonstro

Se não me exponho

Se pareço ostra

Se me fecho em concha

Não, não é distância

Tampouco falta de importância

É esse meu jeito

Meio desajeitado

Meio desajustado

Que faz justamente o contrário

Que desafia o próprio sentimento

Que põe em prova seu tempo

Mas não desista não

É assim mesmo

Com carinho

Com paciência

A primavera chega

E a beleza também

Beleza daquelas

Que a gente guarda em caixinha

Carinho daqueles que

A gente embala para presente.