Ontem eu estava aí
Mas hoje
Hoje não mais
Ontem foi ontem, baby
Ontem eu era outra
...Talvez...
Solo de piano,
hoje
Dança até de manhã,
amanhã.
Vestido soltinho,
primavera
Olho borrado,
Amy.
Tudo isso me traduz
Diz que sou
O que sou
Coisa que nem eu
consigo entender
Tentar é em vão
Melhor então
só me querer.
Assim.
Sem interrogação.

1 comentários:

feя. disse...

Texto lindo!
Eu não imaginaria nome mais propício pro seu blog; varanda é sempre aquele lugar leve, onde você deita numa rede e vê as nuvens passarem devagar. Vir aqui me traz paz!

até...^^
fer.