Este blog nunca teve uma definição clara do que seria. Nunca delimitei sua função, estilo ou precisão. O nome é varanda, porque, assim como eu, espero que vocês se sintam bem aqui, leves, à vontade. E, já que varanda é aquele lugar onde a gente põe a prosa em dia, acho que não tem problema se hoje, ao invés de escrever coisas minhas, apenas deixar aqui um conselho, uma dica.
Assistam o documentário PALAVRA (EN) CANTADA. Não vou nem dizer que é lindo, sen-sa-cio-nal, poético, musical, cheio de gente legal, com uma fotografia linda. Não, juro que não vou dizer.