Sabe quando os dias parecem não ser?

Aqueles que, mesmo com agenda lotada, teimam em parecer vazios. Talvez seja expectativa demais. Ou atitude de menos. Mas a impressão que eu tenho é que os dias andam brincando de esconde-esconde comigo. Algumas vezes eu o encontro. Mas normalmente é ele que faz de mim o que bem quer. Não que eu esteja reclamando. Até porque eu bem vivo esses dias de amanhã. Vivo sim. Vivo hoje.