Realidade Aumentada

Tenho mania de imaginar. Mania de pensar muito. Mania de criar uma realidade só minha. Acontece que há vida em tudo que se passa na minha cabeça. As histórias realmente acontecem. Pessoas chegam e vão embora. Eu sofro. Eu rio. Eu acordo cantando só porque vivi um bocado de coisa que ninguém desconfia. Ninguém viu. Ninguém imagina.

Loucura?

Não, acho que não... acho que apenas não me contento, não me satisfaço só com o que é palpável. Não sei se é bom ou ruim. Só sei que é coisa minha. E é tão inevitável quanto essa minha mania de dividir tudo com vocês.


Acho que tem gente que parece comigo:

“No dia em que ocê foi embora,
Eu fiquei sentindo saudades do que não foi
Lembrando até do que eu não vivi...”