Feita de afetos e afagos




Me apego fácil

Do afeto que me pega

Ao afago que me abraça

Fato é que de amor

É feito meu pedaço

Me apego fácil

Afeto afasta dor

Afago traz calor

Se tem afeto é fato:

Eu me apego.

Me apego tanto

Que repetitiva fico

Afogando a falta do afeto

Esperando por seu afago.

5 comentários:

Marina disse...

Eu não canso de falar, mas ela ja deve estar cansada de ouvir!
Muuuuuuuuuuuuito lindo SEMPRE!

Ludi disse...

no dia que eu cansar de ouvir, tb vou ter cansado de escrever... brigada sempre!

Pablo disse...

Tá esperando até agora?? Vou aí te dar um abração, que é pra acabar com esse negócio de você longe de mim...

Morano disse...

moi lindo xogo de palabras, sin deixar o grande significado fondo do poema. gústame, agarimos.

Érika de Moraes disse...

Uma amiga me indicou! Adorei os jogos linguísticos e a suavidade do poema!
Bjs!